Aguarde...

Benvindos Siga-nos

Foto Reportagem

União das Freguesias de Faro candidata Ilha da Culatra às 7 Maravilhas à Mesa

Administração 24/03/2018 União das Freguesias de Faro candidata Ilha da Culatra às 7 Maravilhas à Mesa

A União das Freguesias de Faro, tem estado a trabalhar nas últimas semanas na apresentação de uma candidatura às “7 Maravilhas à Mesa”. Esta iniciativa pretende promover as regiões, a autenticidade e a gastronomia portuguesa motivos que contribuem para a afirmação de Portugal enquanto destino turístico de referência.

Esta será a sétima iniciativa do género realizada em Portugal para promover patrimónios que marcam a identidade nacional. O processo segue o percurso de anos anteriores, com a votação de um painel de especialistas na lista longa de candidaturas, de onde vai resultar uma lista de 49 pré-finalistas.

Neste sentido a União das Freguesias de Faro sensível às questões de afirmação territorial e à necessidade de vincar e promover a notoriedade, a atratividade e a identidade de Faro, aderiu a esta iniciativa e apresentou como candidata a Ilha da Culatra. No coração da Ria Formosa, uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal, longe da pressão turística que por vezes caracteriza o Algarve, surge a aldeia da Culatra, com a sua genuína e hospitaleira comunidade piscatória e com as suas praias paradisíacas. A principal festividade desta comunidade comemora-se no primeiro fim-de-semana de agosto, tendo como ponto alto a procissão em honra à Nossa Senhora dos Navegantes, onde participam centenas de embarcações que são especialmente preparadas e decoradas para o momento. De referir que esta festividade considerada património cultural imaterial do Algarve foi uma das vencedoras do orçamento participativo de Portugal.

Esta é uma comunidade que mantém as suas tradições bem como uma forte simbiose com a natureza que propicia o melhor da gastronomia regional e a utilização de produtos endógenos como a salicórnia, substituto natural do sal. A candidatura é por isso composta na categoria de “Património Histórico, Cultural e Natural”, pela Ria Formosa, como destino turístico ambiental e natural de excelência, enquanto que as festividades da Nossa Senhora dos Navegantes é o evento escolhido para a categoria do “Património de Eventos de Afirmação Territorial”. Na componente gastronómica a candidatura é composta por um dos petiscos mais desconhecidos e enigmáticos, os panados de peixe-aranha, uma surpreendente e saborosa iguaria, acompanhada por um vinho rosé de castas algarvias. Outra aposta na componente gastronómica é um dos pratos mais populares algarvios, a Cataplana de peixe e marisco, preparada por uma receita tradicional das gentes da Culatra, que conhece nestas paragens um dos melhores locais para a sua confeção, seja pela sua proximidade aos viveiros de bivalves, seja pela presença do porto de pesca que abriga dezenas de embarcações e que diariamente trazem à Culatra o melhor peixe da nossa costa.

Bruno Lage, presidente da União das Freguesias de Faro está confiante sobre a seleção desta candidatura à próxima fase deste concurso porque esta candidatura “conjuga a identidade e a autenticidade de um povo, com o turismo de natureza que se pode usufruir na Ria Formosa aliada à gastronomia genuína algarvia proveniente de produtos endógenos da Ria Formosa e da costa algarvia”.

A União das Freguesias de Faro agradece à equipa que tornou possível este projecto e a todas as entidades que a ele se associaram nomeadamente a associação de moradores da Culatra, a associação Nossa Senhora dos Navegantes, o Clube União Culatrense, os vinhos Malaca, a Ria Fresh, a Gold and Blue, o César Santos, a Valéria Martins, a Lília Manjua, a Diana Cerejo, o Luís Fontinha, o Luís Cabrita e o fotógrafo Ricardo Bernardo.

Organizada pela EIPWU, entidade detentora dos direitos exclusivos da marca das 7 maravilhas, esta iniciativa terá a sua final no dia 16 de Setembro, onde as 7 maravilhas à mesa serão escolhidas por votação direta da população portuguesa.

 

FONTE:

MAIS ALGARVE



Partilhar

Ver Todas